Portal de Eventos do IFRS, MTC - Mostra Técnico-Científica 2019 IFRS - Campus Bento Gonçalves

Tamanho da fonte: 
“Google sala de aula” para o ensino de física no ensino médio
Mauricio José Testa, Elimoel Abraão Elias, Manuel Almeida Andrade Neto, Paulo Vinícius Rebeque, Tiago Belmonte Nascimento

Última alteração: 06-02-2020

Resumo


Com o passar dos anos as aulas tradicionais estão aderindo a novas tecnologias, se modificando, se adaptando com impactos positivos no ensino-aprendizagem. Deste modo, o presente trabalho tem como finalidade avaliar o uso da plataforma “Google Sala de Aula” (GSA) como uma forma de melhorar o Ensino da Física nas turmas do Ensino Médio Técnico Integrado do campus Bento Gonçalves. A plataforma GSA é gratuita, online e incorpora uma série de programas do Google, tais como Google Docs, Google Drive, Gmail, Calendário, Google Slides e Google Forms, entre outros. A finalidade principal desta plataforma é melhorar a troca de informações, de ajudar os usuários a se comunicarem melhor. Dessa forma, segundo os desenvolvedores, os usuários da plataforma poderão otimizar seu tempo, pois a mesma, auxilia na organização e execução de tarefas, permite agendar trabalhos diversos, dentre outras aplicabilidades. Todas as funcionalidades da GSA podem ser utilizadas na melhoria do processo de ensino e aprendizagem, e de fato essas funcionalidades já vêm sendo utilizadas por professores de diversas regiões, conforme o levantamento bibliográfico realizado durante o desenvolvimento deste trabalho. Como se trata de um ambiente compatível com tablets e smartphones, pode fazer parte do dia a dia dos estudantes e poderá despertar um interesse maior, não somente na disciplina de Física, mas em todas as disciplinas do Ensino Médio. Por ser online, a plataforma também permite rápida divulgação científica dentro da comunidade escolar. As funcionalidades da Plataforma GSA podem ser acessadas de qualquer lugar, necessitando apenas de sinal de internet. Para avaliação da plataforma GSA, foram desenvolvidas atividades, que permitiram aos alunos manusear e usufruir o máximo dos recursos disponíveis. Uma vez que os mesmos utilizam diversos recursos digitais da rede (inclusive do Google e outras plataformas). A fundamentação teórica está respaldada na Teoria da Aprendizagem Significativa de Ausubel. Dessa forma foi possível analisar pontos positivos e negativos do procedimento e as possibilidades de inserir a plataforma GSA em outras turmas e até mesmo em outras escolas como uma proposta de ensino a fim de desenvolver uma aprendizagem mais significativa no ensino da Física. Para desenvolvimento deste trabalho foi implementado um pré-teste para analisar o conhecimento dos alunos a respeito da GSA, antes mesmo destes terem contato com a mesma. No desenvolvimento das aulas, foi aplicado uma unidade didática, montada de acordo com o plano de aula do professor regente da classe, se diferenciando, devido a inclusão de uma Sequência Didática. No final da aplicação da proposta aplicou-se um Pós-teste, que permitiu analisar se é possível a inclusão do GSA, se de fato este desperta uma maior aprendizagem aos alunos. Outro aspecto, que foi analisado, é se o GSA proporciona uma aprendizagem significativa aos alunos, ou apenas um meio para acúmulo de informações.



Texto completo: PDF