Portal de Eventos do IFRS, Mostra Técnico-Científica 2018 - Campus Bento Gonçalves

Tamanho da fonte: 
Projeto missioneiro: ética, política e geografia
Ana Paula Pegoraro Borge

Última alteração: 04-02-2019

Resumo


A história do Rio Grande do Sul iniciou pelo povoamento dos Sete Povos das Missões, umacontecimento marcante e decisório para o desenvolvimento sociocultural da população riograndense.As Missões Jesuíticas, também chamadas de reduções, foram fundadas eorganizadas por padres e freis da Companhia de Jesus. Nesses locais, os padres católicosvisavam catequizar os índios guaranis da região, evitando assim uma maior escravizaçãodos mesmos por parte dos bandeirantes. Iniciou-se este ano, no IFRS – Campus BentoGonçalves, um projeto interdisciplinar de ensino denominado Projeto Missioneiro, o qualvem realizando diversas pesquisas e estudos, a fim de alcançar maiores informações sobreos povos jesuítas que vivem nas missões. Com objetivo, portanto, de aprender mais sobre ahistória das Missões Jesuíticas presentes no Brasil, que estão relacionadas diretamente coma história do Rio Grande do Sul e, por sua vez, vinculadas à organização da nossasociedade atual. Nos dias atuais é possível perceber a falta de conhecimentos maisaprofundados, em nosso senso comum, sobre o legado dessa história, é notório registrarque filósofos franceses, tais como Montesquieu e Voltaire, já estudaram sobre as missõesdo RS em pleno século XVIII. Estudar e perceber os aspectos da geografia, filosofia, políticae ética são pressupostos para se entender melhor a formação deste Estado. Junto a isso, oprojeto visa informar, de maneira lúdica e de fácil compreensão, como eram as MissõesJesuíticas e qual a sua importância para a nossa sociedade, realizando isso de formaexpositiva. Portanto, para a execução desse trabalho, pesquisou-se em livros relacionadosao assunto e em fontes históricas, como cartas escritas por filósofos e padres da IgrejaCatólica, cujas narrativas relatam, com descrições detalhadas, toda a organização social ecultural das Missões Jesuíticas daquela época. Além disso, a partir da atividade cine-debatemissioneiro, foi possível assistir filmes que abordam esse assunto, sendo realizadasdiversas conversas com professores e estudantes após as sessões, o que permitiu ummaior aprofundamento dessa temática. Em relação à forma expositiva, utilizaram-semateriais simples e de fácil acesso, como maquetes e fotos, com o intuito de mostrar àspessoas que estudar, aprender e conhecer um pouco mais sobre a história do Rio Grandedo Sul pode ser algo prazeroso, feito de maneira simples e dinâmica, aumentando ointeresse da comunidade por esse tema. Os resultados mostram as Missões como umaorganização fortemente sedimentada por conceitos de ética e política que já aparecem nascartas e diários escritos por um de seus fundadores, Antônio Sepp. D essa forma, os estudose pesquisas realizados até o momento nos fazem perceber e entender a importância desseprojeto, o qual traz não só mais conhecimento à comunidade acadêmica e à sociedadecomo um todo, mas também contribui para o resgate da nossa própria cultura e tradição.

Texto completo: PDF