Portal de Eventos do IFRS, Mostra Técnico-Científica 2018 - Campus Bento Gonçalves

Tamanho da fonte: 
Sustentabilidade ambiental: técnicas para a construção de mesa e cadeira com papel machê
Gabriel Ebone de Ávila

Última alteração: 04-02-2019

Resumo


Este trabalho trata da utilização de materiais recicláveis para a construção de móveis resistentese com melhor custo-benefício quando comparado com materiais convencionais. O estudo foidesenvolvido no componente curricular Ciências, por alunos do nono ano da Escola Municipalde Ensino Fundamental Anselmo Luigi Piccoli, na cidade de Bento Gonçalves/RS, a partir doseguinte problema: como construir mesas e cadeiras sustentáveis com a utilização do papelmachê? Buscando utilizar materiais que seriam descartados como a sobra da erva-mate,beterraba, cadernos, folhetos, entre outros, a pesquisa foi desenvolvida a fim de demonstrarcomo o papel machê pode ser utilizado na criação de mesas e cadeiras, além da utilização demoldes e corantes, bem como a utilização de métodos de melhoramento de projetos já existentese citados em trabalhos científicos reconhecidos. A delimitação do tema ocorreu através daconstrução de mesas e cadeiras a partir do papel machê, cujas técnicas de preparo do materiale coloração foram aprimoradas, além da observação de uma considerável evolução estética ede resistência ao longo da pesquisa. O objetivo deste trabalho é testar as possibilidades decriação de móveis sustentáveis a partir do papel machê, além da coloração, molde e resistênciados mesmos. A partir da pesquisa para construção de mesas e cadeiras com papel machê, foramencontradas duas maneiras de construção sustentável de móveis: a primeira com o molde, quepode ser escolhido com base no que o projeto necessita; e a segunda sem molde, cujo resultadonão é esteticamente aproveitável. A análise dos modelos demonstrou que os melhoresresultados ocorreram quando o material escolhido foi construído sem molde, que quandotestado de forma correta e controlada, tornam as bases feitas com papelão mais resistentes,porém com aparência e design inferior ao modelo feito com molde. Já os modelos construídoscom molde apresentam aparência semelhante aos produtos apresentados no mercado, porémnão tornam o material resistente. O projeto está demonstrando que o papel machê pode ser umamatéria-prima mais barata do que outros materiais já existentes, como a madeira, por exemplo,sendo que o seu reaproveitamento pode ocorrer inúmeras vezes ou então, se for despejado nanatureza, irá desintegrar-se rapidamente, causando menores danos para o meio ambiente. Umdos principais problemas de o papel machê não ser utilizado, é justamente o fato de que grandeparte da população ainda desconhece a sua existência, mas a partir do seu conhecimento eaperfeiçoamento, poderia estar presente no dia-a-dia de praticamente todas as pessoas, noformato de mesas, cadeiras, além de decoração, brinquedos, cases para smartphones, entre outros.

Texto completo: PDF