Portal de Eventos do IFRS, Mostra Técnico-Científica 2018 - Campus Bento Gonçalves

Tamanho da fonte: 
A importância do ensino prático de Entomologia Agrícola
Camila Cassinelli

Última alteração: 04-02-2019

Resumo


Entomologia agrícola é a área que se ocupa do estudo dos insetos de importância agrícola,e para isso é fundamental que os alunos tenham conhecimento prático além do teórico. Umgrande desafio no processo de aprendizagem é o professor promover a relação teoriaprática.Estimular a aprendizagem prática acerca das principais ordens de insetos éfundamental para o reconhecimento da importância agrícola destes organismos. Com isso,se torna necessário que as instituições de ensino que oferecem cursos da área agrícolapossuam laboratórios de entomologia, com um acervo considerável das mais variadasespécies, com exemplares muito bem montados, conservados e identificados. O objetivodeste trabalho foi organizar as coleções entomológicas do Laboratório de Entomologia, bemcomo, manter a criação de insetos conhecidos vulgarmente por “bicho-pau” (Phasmatodea:Phasmatidae). O trabalho está sendo desenvolvido no Laboratório de Entomologia doInstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus BentoGonçalves (IFRS- BG). As coleções entomológicas estão sendo vistoriadas semanalmentepara evitar a ocorrência de traças e/ou fungos que possam vir a mofar os exemplares. Alémde controlar a umidade do local com a utilização de um desumidificador que é vistoriadodiariamente. As etiquetas de identificação e de procedência também estão sendoverificadas, refeitas e plastificadas. Esses insetos são coletados pelos alunos que cursam oscomponentes curriculares de Fitossanidade e Entomologia Agrícola, pertencentes,respectivamente, aos Cursos Técnico em Agropecuária Integrado e Tecnologia emHorticultura do IFRS-BG. Esses mesmos insetos fazem parte do material didático utilizadonas aulas práticas e das coleções entomológicas que fazem parte do acervo do Laboratóriode Entomologia. O trabalho também envolve a manutenção da criação de insetosconhecidos por “bicho-pau”, que são utilizados para fins didáticos, possibilitando aos alunoso conhecimento do ciclo de desenvolvimento e metamorfose desses insetos. Os mesmosestão sendo criados em uma gaiola de madeira recoberta por tela, e são alimentados comfolhas de duas mirtáceas, a goiabeira (Psidium guajava) e/ou a pitangueira (Eugeniauniflora), as quais são trocadas duas vezes por semana. Até o momento já foram trocadasas etiquetas de um número considerável de exemplares, contribuindo para a corretamanutenção e conservação do acervo, além de possibilitar uma maior organização duranteas aulas práticas que são realizadas no laboratório. O conhecimento na identificação e nabiologia de insetos-praga é fundamental na escolha correta do método de controle adotado,dentro do Manejo Integrado de Pragas (MIP), bem como, o reconhecimento de insetosbenéficos, como os predadores, parasitoides e polinizadores são fundamentais para a suapreservação.

Texto completo: PDF