Portal de Eventos do IFRS, Mostra Técnico-Científica 2018 - Campus Bento Gonçalves

Tamanho da fonte: 
Prospecção de material vitícola mutante no nordeste rio-grandense mediante melhoramento participativo
Fabrini Zago

Última alteração: 01-02-2019

Resumo


Apesar de haver alguns exemplos bem-sucedidos do aproveitamento de mutações somáticasespontâneas no melhoramento genético da videira tanto no Brasil quanto no Rio Grande doSul, nota-se que o potencial de exploração deste tipo de geração de variabilidade genéticaainda vem sendo pouco aproveitado, considerando-se algumas das suas vantagens, como nocaso da economia de tempo e recursos para o lançamento de novas cultivares (variedades)que beneficiem os produtores locais. Desta forma, este projeto tem como principal objetivo aobtenção e o registro, a médio e a longo prazos, de novos genótipos superiores de videira.Devido à dormência fisiológica das videiras, na região da serra no Nordeste Riograndense, asatividades práticas somente serão executadas a partir dos meses de setembro / outubro de2018. No entanto, em reuniões de planejamento, já ficaram definidos os seguintes pontos: (i)o eixo de prospecção será o município de Bento Gonçalves; (ii) o contato com os viticultoresvoluntários se fará preferencialmente mediante os técnicos (Engenheiros Agrônomos,Enólogos e Técnicos de nível médio) das Cooperativas e da Emater regional; e (iii) osparticipantes que se voluntariarem a prospectar materiais promissores serão instruídosatravés de um questionário simplificado, cuja aplicação prática lhes será apresentada emreuniões a serem agendadas. Portanto, a partir do treinamento de grupos voluntários quepossam auxiliar os pesquisadores na prospecção de possíveis mutações de interesseagronômico e agroalimentar a campo, este projeto de melhoramento participativo buscaráidentificar e avaliar materiais mutantes dos clones atualmente plantados e adaptados, os quaispoderiam corresponder a (novos) genótipos superiores. A metodologia a ser utilizada para acomprovação da distinguibilidade entre os materiais originais e aqueles que possivelmenteapresentem mutações de interesse agroalimentar será baseada em descriçõesampelográficas (descritores morfofisiológicos mínimos), prevendo-se também a utilização demarcadores moleculares. Os primeiros resultados concretos, devido à questão da dormênciafisiológica (supramencionada), são esperados para o período compreendido entre os mesesde outubro de 2018 a março de 2019. No entanto, a produção do questionário simplificado,acima citado, já poderia ser considerado como um resultado preliminar e fundamental a este projeto.

Texto completo: PDF