Portal de Eventos do IFRS, 3ª Mostra de Ensino, Pesquisa e Extensão do Campus Alvorada

Tamanho da fonte: 
Teatro: encontro entre arte, psicologia e saúde
Mariana Nunes Brum

##manager.scheduler.building##: Campus Alvorada
##manager.scheduler.room##: Sala 110
Data: 16-10-2018 03:30  – 05:00
Última alteração: 10-10-2018

Resumo


Este trabalho trata dos temas psicologia, especificamente da psicanálise e arte, e como essa articulação pode ter um viés político dentro do contexto coletivo atual, carente de ferramentas de escape ao mal-estar social. Partimos dos conceitos freudianos de elaboração e desejo para pensarmos como essas noções psicanalíticas também estão presentes em dispositivos de arte, de maneira a ampliar na dimensão coletiva de elementos da psicanálise.

Nosso objetivo principal é compreender como arte, psicanálise e política se articulam no âmbito coletivo. Utilizamos o ensaio como metodologia, pois esse remete a escrita como ferramenta de existência. Segundo Larrosa (2004) o ensaio, mais do que um gênero de escrita, é um ato existencial, uma forma de lidar com o real, um modo de estar no mundo. Esta é uma pesquisa qualitativa de enfoque social.

Chegamos a esse objetivo por meio da participação em atividades teatrais de um grupo de teatro independente em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Com o nome de ‘’Teatro por que não?’’, o grupo é formado por diretores e atores que se formaram na Universidade Federal de Santa Maria, e tem como propósito principal fomentar o desenvolvimento de novas plateias, bem como ampliar as ações culturais na cidade, com espetáculos, cursos, eventos, entre outros.

O resultado esperado no campo da arte, é a observação dos processos criativos presentes nos ensaios e na criação de novas apresentações, como também perceber a reação do público nas encenações. Na psicologia, esperamos que ao trazer os elementos artísticos, seja possível desenvolver como alguns conceitos de psicanálise estão presentes em dispositivos de arte. Por fim, como resultado para o campo da saúde coletiva, queremos pontuar como a arte, tanto como a psicologia, são espaços de encontro das pessoas com seus prazeres e desprazeres, bem como lugares de liberdade subjetiva, e por isso espaços políticos. Dessa forma vamos confirmar como arte e psicologia são campos de atuação política.


Palavras-chave


psicologia; teatro; saúde