Portal de Eventos do IFRS, 3ª Mostra de Ensino, Pesquisa e Extensão do Campus Alvorada

Tamanho da fonte: 
O vaporwave brasileiro de Gabriel KOI: arqueologia da mídia e estetização da favela
Northon Da Silva Lara, Ingrid Cristina Pontes Luz, Marcelo Bergamin Conter

##manager.scheduler.building##: Campus Alvorada
##manager.scheduler.room##: Sala 110
Data: 17-10-2018 01:30  – 03:00
Última alteração: 10-10-2018

Resumo


Northon  Lara

Ingrid Cristina Pontes Luz

Marcelo Bergamin Conter


O presente trabalho busca analisar a obra audiovisual do artista Gabriel Koi, que  se inspira no movimento artístico digital Vaporwave. O vaporwave é um fenômeno recente na internet, que mistura artes visuais, audiovisuais e principalmente música. As obras sonoras do gênero se utilizam de vários samples retirados da web, geralmente peças dos anos 1980 e 1990, relacionadas com a explosão da informática e com anúncios comerciais de marcas multinacionais.. Ela é composta quase que exclusivamente por músicos amadores, qualquer um pode criar mesmo com poucos recursos e sua criação é montada como uma colcha de retalhos de várias músicas, similar ao modo como o hip hop usa samples. O paulista Gabriel KOI vem desenvolvendo várias obras audiovisuais que dialogam com o conceito central do vaporwave desde 2014, mas adicionando a elas a estética da favela brasileira. . Começou a produzir vídeos com treze anos de idade. Seu projeto mais famoso foi a página Favelawave, lançado em abril de 2015, ano que foi marcado pelos escândalos na política brasileira e pelas manifestações contra o governo após o escândalo da Lava-Jato. Em nossa apresentação, faremos uma breve descrição sobre os vídeos Mc carol Bateu Uma Onda Forte (Hit A Strong Wave) VISUALS e o BRZL WAVE: IMPEACH"MENTE". Elaboramos  uma análise dos vídeos de Koi com o intuito de compreender a estética do Vaporwave no Brasil e a intersecção do visual com a parte musical enquanto englobam a estética das favelas e partes da cultura contemporânea brasileira.


Palavras-chave: Comunicação; Vaporwave; Gabriel KOI.




Palavras-chave


Comunicação; Vaporwave; Gabriel KOI.