Portal de Eventos do IFRS, III Mostra de Ensino, Pesquisa e Extensão - III MEPE

Tamanho da fonte: 
Algoritmos de extração de conhecimento: estudo sobre a diabetes.
Adriano Vergínio Sinigaglia, Vinícius Zanandrea, Patricia Peter Dos Santos Zachia Alan, Roger Sá Da Silva

Última alteração: 10-11-2019

Resumo


A diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar corretamente a insulina que produz. A tendência de ocorrência da doença pode ser avaliada a partir de taxas de exames laboratoriais e histórico médico do paciente. Sabe-se que pessoas com maior tendência de desenvolver a doença, quando buscam um tratamento desde cedo, evitam maiores danos à sua saúde. Assim, é possível observar a importância de diagnosticar precocemente pessoas com tendências a diabetes, evitando vários danos ao organismo. Neste sentido, este trabalho objetiva aplicar técnicas de extração de conhecimentos para gerar um modelo capaz de predizer a tendência de uma pessoa ter ou não diabetes a partir de dados médicos coletados. Para tanto, foi utilizado o “Weka”, um software livre desenvolvido com o objetivo de agregar algoritmos dedicados ao estudo da aprendizagem de máquina. Mais especificamente, utilizou-se o algoritmo RJ48, que, baseado em uma árvore de decisões, mapeia as várias alternativas e resultados direcionando a probabilidade de um determinado evento ocorrer ou não. Para a sua execução, foi realizado o pré-processamento dos dados a serem usados, buscando melhor funcionamento do algoritmo e precisão nos resultados. Além disso, foram realizados treinamentos sobre a base de dados, observando e corrigindo inconsistências e erros encontrados. Até o momento não foi possível chegar a resultados precisos, pois o modelo de dados ainda não apresenta uma porcentagem de acertos aceitável. Por esse motivo, será dada continuidade ao pré-processamento dos dados, a fim de obter maior precisão nos resultados. Espera-se, ao final do trabalho, classificar a tendência de pessoas em desenvolver diabetes, com vistas a encaminhar os prováveis diabéticos a exames, tratando a doença o mais breve possível, evitando maiores danos provocados pela doença.